Projetos sobre diversidade étnico-racial serão premiados

Escolas públicas e privadas da educação básica e instituições com programas de formação de professores que tiverem projetos sobre diversidade étnico-racial e combate ao racismo poderão inscrever seu projeto no primeiro Concurso de Boas Práticas na Temática Educação para as Relações Étnico-Raciais. O certame é promovido pelos ministérios da Educação, por meio da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi), e dos Direitos Humanos, por meio da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial.

O edital com as regras foi publicado na terça-feira, 31, e as inscrições devem ser feitas entre os dias 18 de setembro e 2 de outubro pelo portal do MEC. O objetivo é identificar, premiar e divulgar projetos desenvolvidos em escolas públicas e privadas de educação básica que trabalham com a questão da diversidade de etnias e de raças.

De acordo com a gestora da Diretoria de Políticas de Educação do Campo, Indígena e para as Relações Étnico-Raciais do MEC, Rita Potyguara, esse concurso irá reconhecer publicamente as instituições e os programas de formação de professores que trabalham para combater o racismo no Brasil e valorizar a diversidade étnico-racial brasileira. “Com essa ação, vamos reconhecer quem ajuda no fortalecimento e na construção de uma sociedade mais justa e mais igualitária. Nossa sociedade é composta por diversos segmentos que configuram as relações raciais, como, por exemplo, povos indígenas, quilombolas e demais segmentos das populações afro-brasileiras”, ressaltou Rita.

A gestora do MEC ainda destacou que o concurso irá permitir que se forme um repositório dessas boas práticas para que outras instituições tenham conhecimento das ações praticadas. “Com isso, esperamos que novas ideias surjam. Que outras instituições, a partir das suas realidades locais, implementem esse trabalho de educação sobre as relações étnicos-raciais”, concluiu Rita.

Os projetos inscritos devem estar em conformidade com as condições do edital e integrar um processo desenvolvido ao longo do ano letivo de 2017, refletindo um trabalho sistemático e contínuo que fortaleça a construção de uma sociedade mais justa, igualitária, diversa e plural. O resultado será divulgado no dia 11 de dezembro deste ano.

Confira o edital do concurso.

 

http://portal.mec.gov.br/component/content/article?id=66931